Diretores da ACIPB e CDL participam de debates sobre o novo código tributário pimentense

O novo código tributário pimentense surgiu como proposta da atual administração municipal para sanar diversas falhas e lacunas do anterior, que já se encontrava desatualizado e defasado, em virtude de muitas mudanças no meio fiscal e financeiro ocorridas após a sua elaboração.

Iniciou-se então uma série de debates sobre as alterações e ajustes necessários a serem realizados para se adequar à nova realidade, com isso a Associação Empresarial e Câmara de Dirigentes Lojistas de Pimenta Bueno (ACIPB e CDL) através de diversos membros da atual diretoria se prontificaram em  ajudar, analisando de maneira conjunta com a procuradoria geral do município e vereadores todos os artigos da nova proposta, dando ideias sugestões para sua melhor eficácia, sempre tendo como objetivo os aspectos de legalidade, viabilidade e eficiência da aplicação na prática.

O código tributário municipal a lei que define normas gerais de direito tributário, bem como regulamenta o Sistema Tributário pimentense, definindo também normas gerais sobre alguns tributos e está em vias de ser aprovado pelo poder legislativo municipal, resolvendo um grande problema da administração e empresas do município que voltarão a estar amparadas por uma lei atualizada e bem elabora.

 Vale ressaltar que o trabalho hora realizado já se fazia necessário a algum tempo, porém, por sua complexidade e outros diversos fatores, até então sempre vinha sendo procrastinado, cabendo a atual administração municipal, com o apoio da casa de leis e da ACIPB e CDL se empenhar em fazê-lo, promovendo uma melhoria substancial para a cidade como um todo.

“Não me recordo de outras administrações onde nossas entidades tiveram este tão benéfico contato próximo com o poder executivo e legislativo municipal, isto posto, fizemos questão de assim que convidados, participar de todos os debates em torno do novo código tributário de nossa cidade, ajudando em tudo que esteve ao nosso alcance para obter os melhores resultados e concomitantemente com uma legislação que viesse de encontro as necessidades tanto do executivo municipal quanto da classe empresarial, tendo em vista o melhor para o município, sempre dentro da legalidade” disse Eder Bastos, presidente da ACIPB e CDL.

Ainda em nome da ACIPB e CDL Adolfo Cesar, diretor das entidades e contador, disse que embora o trabalho em prol do código tributário tenha sido muito exaustivo, por ser diário e na maioria das vezes indo noite a dentro o mesmo foi extremamente gratificante, devido sua necessidade, importância e diversas melhorias que através dele serão promovidas.

Para o também diretor da ACIPB e CDL Levi da Silva, a expectativa em relação a futura aplicação do novo código é excelente, uma vez que, além de estar atualizada, a referida lei ainda foi por sensibilidade da administração municipal, cuidadosamente discutida em sua elaboração com a câmara de vereadores e classe empresarial, o que certamente a tornará ainda mais operativa.