ACIPB e CDL solicitam aumento na fiscalização contra a sonegação fiscal das “lojas de R$ 22,00”

A Associação Empresarial e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Pimenta Bueno, representadas pelo seu Presidente Éder Bastos, juntamente com todos os integrantes do Polo de Confecções da região, encaminharam ofícios na última semana ao Presidente da Assembleia do Estado de Rondônia Laerte Gomes, ao Presidente da FACER Francisco Hidalgo Farina e ao Governado Marcos Rocha solicitando que seja intensificado a fiscalização dos produtos que passam pela barreira localizada no município de Vilhena, haja visto que possivelmente muitas mercadorias para as “Lojas de R$ 22,00” estão entrando em nosso estado sem a cobrança das devidas taxas e impostos.

O documento traz o esclarecimento que esses tipos de comércio denominado “Lojas de R$ 22,00” e seus similares estão prejudicando gravemente o Polo de Confecções local, pois, em maioria, esse comércios não recolhem impostos e por muitas vezes mantém suas “portas abertas” sem sequer uma máquina registradora, e sem emitir notas fiscais, sonegando impostos descaradamente, o que gera uma concorrência desleal contra o referido Polo comercial quem atua de maneira legal e paga os devidos impostos.

Ainda no oficio é esclarecido também que mais de 2 mil (dois mil) trabalhadores que atualmente estão empregados nas Confecções desta região correm sério risco de demissão, por conta das indústrias locais terem de abrir falência caso as lojas irregulares permaneçam sem uma efetiva fiscalização.

Para finalizar é pedido que as medidas de fiscalização sejam tomadas com a máxima urgência, tendo em vista a gravidade da situação, bem como, colocam as entidades no ato representadas por Éder bastos a disposição para maiores esclarecimentos.